Portal da Cidade Santa Rita do Sapucaí

RoniEnfoque

Coluna da Roni: Glitter ecológico - nem tudo que reluz é ouro

Glitter ecológico para a make do Carnaval

Postado em 27/02/2019 às 21:42 |

Já encontramos glitter naturais, orgânicos e veganos (Foto: Divulgação/Blog RoniEnfoque)

Pessoal, as escolhas sustentáveis para brilhar consciente durante o carnaval é muito importante.

Os dias de folia pedem brilho. Para arrasar na maquiagem para Carnaval, um dos itens mais escolhidos na produção dos looks nos últimos anos tem sido o glitter.

Mas vale a reflexão: sabemos realmente qual é a origem e o impacto de todo esse glitter na nossa vida?

O glitter, popularmente conhecido como “purpurina”, é mais um agravante da poluição por microplásticos no mundo. Com menos de 5 milímetros de diâmetro, não é possível reciclá-lo. Ele demora cerca de 400 anos para se decompor e é um dos principais contaminantes das águas.

As partículas brilhantes convencionais são feitas de microplásticos (um dos principais poluentes dos oceanos) e alumínio representando, 85% do lixo plástico encontrado na natureza. Como elas levam centenas de anos para se decompor, ao serem descartadas, principalmente durante o banho, poluem os oceanos e entram na cadeia alimentar dos seres marinhos e, consequentemente, na nossa. O glitter intoxica os peixes e coloca em risco a nossa saúde e prejudica toda a vida marinha. Sem falar dos ingredientes nocivos para a saúde, leia-se dióxido de titânio, eritrosina, tartazina e petrolatos, na composição.

Frente a esse panorama, o uso do glitter foi proibido em cosméticos e produtos de higiene pessoal no Reino Unido,  Canadá e EUA.

Maquiagem de Carnaval para brilhar consciente

Com todo esse impacto, cada vez mais as pessoas estão se sensibilizando com os danos causados à natureza. Alternativas sustentáveis começam a despontar no mercado. E, e para a sorte dos foliões, o glitter e tudo que brilha nos cosméticos já faz parte dessa lista.


 Já encontramos glitter naturais, orgânicos e veganos. Vale a pena investir nesses glitters. Vamos fazer a nossa parte!

Para quem pensou que só vai encontrar essas maravilhas fora do Brasil, temos boas notícias!

O glitter biodegradável que têm como base substâncias naturais, a partir de algas, pó de pedras, celulose, corantes vegetais e minerais.


Na pele, o produto ecológico também acaba sendo menos agressivo, como explicam vários dermatologistas.  O pigmento mineral vem de substâncias que são inofensivas à pele, como mica e algumas pedras com cor, e não tem química, sendo somente um pó”.

Já para as makes, o “pó de Mica” que é um mineral de aparência muito brilhante e natural é o escolhido na produção de sombras, blush, iluminadores e muito mais.

Opções biodegradáveis não nos faltam! Acredito que alinhar o estilo de vida ao respeito por toda natureza é fundamental para um mundo melhor.

Por um carnaval com mais Glitters Ecológicos!

Confiram mais post no Blog Ronienfoque.com.br


Fonte:

Deixe seu comentário